Search Filter

Tipo de Documento

Nível Bibliográfico

Autor

Data

Editor

Coleção

Assunto

Forma do Assunto

Língua

Público-alvo

 
Texto
MFN: 37934
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0050169
005:20130102133040.0
010:  ^a972-98966-0-7
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0017434
100:  ^a20031210d2003    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^aFundamentos de alimentação, nutrição e dietética^fJoão Breda
210:  ^aCoimbra^cMar da Palavra Ed^d2003
215:  ^a155 p.^cil.
606:  ^aAlimentação
606:  ^aNutrição
606:  ^aDietética
606:  ^aCancro
606:  ^aInsuficiência renal
606:  ^aSIDA
606:  ^aVitamninas
606:  ^aExercício fisico
620:  ^aPT
675:  ^a613.2
700: 1^aBreda^bJoão
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
930:  ^d613.2 BRE FUN [4020]
Texto
MFN: 37763
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0049998
005:20130102132947.0
010:  ^a972-8643-09-8^dOferta
021:  ^aPT^b192243/03
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0017263
100:  ^a20100413d2002    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^aObob's - Observatório de óbitos^e<de >que se morre em Portugal. As principais causas de morte de 1990 a 1999^fInstituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge^gObservatório Nacional de Saúde
210:  ^aLisboa^cONSA^d2002
215:  ^a 162 p.^cil.
606:  ^aCausas de morte^yPortugal
606:  ^aMorbilidade^yPortugal
620:  ^aPT
675:  ^a31
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
710:02^aPortugal^bInstituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge
710:^bObservatório Nacional de Saúde
930:  ^d131
930:  ^d132
Texto
MFN: 36883
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0049118
005:20130102132511.0
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0016382
100:  ^a20030602d2001    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^aAssistência em cuidados de enfermagem à puérpera numa perspectiva antropobiológica
210:  ^aPorto ^c[s.ed.]^d2001
215:  ^a158, [32] p.^e1 cd-rom
300:  ^aDissertação de mestrado apresentada ao Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar
328:  ^aO nascimento do primeiro filho corresponde a uma etapa importante de ciclo vital da mulher, caracterizada por sucessivas transformações e estados de desiquílibrio compreendida por alterações biofísicas, reajustamentos psicológicos, alterações da rotina do dia-a-dia, consolidação da relação mãe/filho, pais/filho e de relacionamento familiar, traduzindo vivências muito peculiares à mulher e família. Apesar da evolução crescente na ssistência em cuidados de saúde materno infantil, constata-se que na prática os cuidados de enfermagem estão demasiadamente centrados na puérpera, afastando-se do seu contexto familiar e cultural. Neste contexto, o estudo consistiu em conhecer as dificuldades e constrangimentos vividos pela mulher durante o período de puerpério e a realidade dos cuidados de enfermagem, tendo em conta os factores que interferem nessas práticas de acordo com uma intervenção de cuidados antropológicos. Para isso a opção metodológica do estudo orienta-se para uma abordagem qualitativa, na medida em que se propõe uma análise interpretativa  sobre as vivências expressas pelas puérperas em estudo e as práticas de cuidados de enfermagem à puérpera e família. Nesse sentido, foi realizado um estudo de natureza exploratória, no concelho de Viana do Castelo a um grupo de 11 puérpera, que tiveram o seu primeiro filho com parto hospitalar e a vigilância pré-natal num dos centros de saúde do mesmo concelho, e a 13 enfermeiras, três das quais em exercício no hospital e as restantes em três centros de saúde da área de assistência das puérperas entrevistadas. O instrumento de recolha de dados consistiu na entrevista semi-estruturada, recorrendo aos tópicos de um guião de orientação previamente elaborado e testado. Os resultados obtidos, após análise de conteúdo dos dados, sugerem as seguintes conclusões: as puérperas apresentam dificuldades e constrangimentos durante o período de puerpério relacionados com alterações biofísicas, emocionais, psicológicas e sociais. A família, nomeadamente a mãe/sogra, é o recurso mobilizado para superar essas dificuldades e necessidades. As intervenções de enfermagem não estão de acordo com as expectativas das puérperas, pelo que referem desejo de maior apoio e informação. Relativamente à prestação de cuidados de enfermagem conclui-se que as práticas actuais são desenvolvidas dentro da instituição, com cuidados aproximados ao modelo biomédico e reduzida intervenção no contexto familiar e sócio-cultural. As práticas surgem em momentos protocolizados, informalmente e por solicitação da puérpera nos cuidados de saúde primários e fortemente orientados pelas prescrições médicas em cuidados de saúde diferenciados. Os factores desfavoráveis identificados pelas enfermeiras dos cuidados de saúde primários e que interferem nas práticas de cuidados de enfermagem são o défice de recursos humanos, a ênfase dada à prestação de cuidados curativos e a falta de uma intervenção estruturada para operacionalizar as actividades de promoção da saúde. Para as enfermeiras dos cuidados de saúde diferenciados os factores desfavorecedores são, o curto tempo de internamento da puérpera e as condições físicas da instituição. O factor favorável às práticas de enfermagem, identificado pelos dois grupos de enfermeiras é a organização dos serviços com a actual metodologia de ttrabalho instituída, possibilitando melhor inter-relação entre enfermeira/puérpera, cuidaods personalizados e maior relação de confiança. É evidente neste estudo o desejo das puérperas obterem maior apoio por parte das enfermeiras, e a consciencialização destas para a necessidade de prestar cuidados à puérpera no seu contexto familiar e sócio-cultural. Perante estas conclusões e debruçando-nos sobre as práticas em cuidados de enfermagem, verifica-se que, as opiniões das enfermeiras ácerca das situação desejável vai ao encontro de uma assistência em cuidados antropológicos à puérpera e família e que, se torna um pouco distante da realidade actual. Neste sentido, apontam-se algumas propostas de intervenção de forma a contribuir para o contínuo aperfeiçoamento da prática de cuidados antropológicos em enfermagem.
606:  ^aMaternidade
606:  ^aPuerpério
606:  ^aFamília^xPuerpério
606:  ^aFamília^xAdaptação familiar
606:  ^aPuerpério^xCuidados de enfermagem
606:  ^aEnfermagem de saúde materna e obstétrica
606:  ^aAntropologia
606:  ^aFamília^xRelacionamento familiar
606:^xNascimento do primeiro filho
606:  ^aSaúde materno-infantil
606:  ^aFamília^xCuidados de enfermagem
620:  ^aPT
675:  ^a618.2
700: 1^aTorre^bMaria Augusta Delgado da
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
930:  ^d043-D TOR ASS [37]
Capa
MFN: 36890
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0049125
005:20141111134259.0
010:  ^a972-771-214-2
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0016390
100:  ^a20030612d2000    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^a<A >gestão por projecto
210:  ^aLisboa^cInstituto Piaget^d2000
215:  ^a290 p.
225:2 ^aSociedade e Organizações^v23
606:  ^aGestão de projectos
606:  ^aGestão
606:  ^aOrganizações
606:  ^aMarketing
620:  ^aPT
675:  ^a65
700: 1^aRaynal^bSerge
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
859:  ^aCapa^b\3969ess.jpg^c1
930:  ^d65 RAY GES [3969]
Texto
MFN: 35518
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0047752
005:20130102131848.0
010:  ^a2-
021:  ^aFR
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a14991
035:  ^a0015016
100:  ^a20020718d2001    m  y0pory0103    ba
101:0 ^afre
102:  ^aFR
200:1 ^a<Le >travail au fil de l'âge
205:  ^a2ª. ed
210:  ^aToulouse^cOctares Éd.^d2001
215:  ^a 512 p.
225:2 ^aTravail et activité humaine
606:  ^aEmprego
606:  ^aAprendizagem
606:  ^aAtenção
606:  ^aCondições de trabalho
606:  ^aDemografia
606:  ^aDesenvolvimento profissional^jExperiência profissional
606:  ^aFormação profissional
606:  ^aMedicina do trabalho
606:  ^aMemória
606:  ^aSaúde ocupacional
606:  ^aVisão
620:  ^aFR
675:  ^a331.1
700: 1^aM
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
702: 1^aMarquié^bJean-Claude^4205
702: 1^aPaumès^bDominique^4205
702: 1^aVolkoff^bSerge^4205
930:  ^d615-057 MAR TRA [3877]
Texto
MFN: 37093
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0049328
005:20130102132609.0
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0016593
100:  ^a20030716d2003    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^a<O >Provedor de Justiça Europeu^eRelatório anual 2002^fJacob Söderman
210:  ^aEstrasburgo^cServiços do Parlamento Europeu^d2003
215:  ^a288 p.^cil.
606:  ^aProvedor de Justiça da União Europeia
620:  ^aPT
675:  ^a34
700: 1^aSöderman^bJacob
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
930:  ^d154
930:  ^d34 SOD PRO [3994]
Capa
MFN: 36893
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0049128
005:20150304132745.0
010:  ^a972-771-137-5
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0016393
100:  ^a20030612d2000    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^a<O >custo mundial da SIDA^e1980-2000
210:  ^aLisboa^cInstituto Piaget^d2000
215:  ^a366 p.^cil.
225:2 ^aEpistemologia e Sociedade^v143
606:  ^aSIDA
606:  ^aEconomia da saúde
620:  ^aPT
675:  ^a33:614
700: 1^aLambert^bDenis-Clair
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
859:  ^aCapa^b\3972 ess.jpg^c1
930:  ^d576.8 LAM CUS [3972]
Texto
MFN: 37864
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0050099
005:20130102133018.0
010:  ^a85-216-1358-X
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0017364
100:  ^a20031124d2003    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^a<O >desenvolvimento da pessoa^eda infância à terceira idade^fKathleen Stassen Berger
205:  ^a5ª. ed
210:  ^aRio de Janeiro^cLivros Técnicos e Científicos^d2003
215:  ^a570 p.
600: 1^aPiaget, Jean
606:  ^aDesenvolvimento individual^xTeorias do desenvolvimento
606:  ^aÉtica
606:  ^aCiência
606:  ^aHereditariedade
606:  ^aMeio ambiente
606:  ^aGenoma
606:  ^aDesenvolvimento pré-natal
606:  ^aNascimento
606:  ^aVinculação^xDepressão
606:^xAmor
606:  ^aDesenvolvimento das crianças
606:  ^aCrescimento
606:  ^aDesenvolvimento psicomotor
606:  ^aNutrição
606:  ^aDesenvolvimento cognitivo
606:  ^aDesenvolvimento da linguagem
606:  ^aDesenvolvimento psicossocial
606:  ^aCriança
606:  ^aAdolescência
606:  ^aFamilia
606:  ^aSuicídio
606:  ^aAdulto
606:  ^aCasamento
606:  ^aDivórcio
606:  ^aClimatério
606:  ^aEstilos de vida^xAlcoolismo
606:^xObesidade
606:^xNutrição
606:^xExercício físico
606:  ^aEnvelhecimento
606:  ^aMorte
620:  ^aPT
675:  ^a159.9
700: 1^aBerger^bKathleen Stassen
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
930:  ^d159.9 BER DES [4017]
Texto
MFN: 35893
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0048127
005:20130102132034.0
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015391
100:  ^a20021011d2002    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^aMãos que partilham vida
210:  ^a[Lisboa]^cApifarma^d2002
215:  ^a 132 p.^cil.
606:  ^aFarmacologia
620:  ^aPT
675:  ^a615
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
710:02^aForum da Indústria Farmacêutica^dI^eLisboa^f15, 16 Novembro 2001
930:  ^d615 FOR MAO [3890]
Texto
MFN: 37862
Estado: n    Tipo: a    Nível bibl.: m    Nível hierárquico: 0    Nível de cod.:      Forma de desc.: 

001:0050097
005:20130102133018.0
010:  ^a972-675-086-5
021:  ^aPT
035:  ^a0014287
035:  ^a0014717
035:  ^a0014775
035:  ^a0014865
035:  ^a0014868
035:  ^a0015426
035:  ^a0015723
035:  ^a0017362
100:  ^a20031121d2003    m  y0pory0103    ba
101:0 ^apor
102:  ^aPT
200:1 ^aSaúde juvenil no masculino^egénero e saúde sexual e reprodutiva^fVasco Prazeres
210:  ^aLisboa^cDirecção-Geral de Saúde^d2003
215:  ^a68 p.
606:  ^aAdolescentes
606:  ^aGénero
606:  ^aIdentidade sexual
606:  ^aSaúde reprodutiva
606:  ^aEstilos de vida
606:  ^aHomem
606:  ^aPromoção da saúde
620:  ^aPT
675:  ^a616-053.2/.7
700: 1^aPrazeres^bVasco
701: 1^4205
701: 1^aBreda^bJoão^4205
930:  ^d616-053.2/.7 PRA SAU [4015]
930:  ^d616-053.2/.7 PRA SAU [4371]